Em Porto Velho, a história do cinema começou na década de 1950, quando a família Lacerda inaugurou o Cine Lacerda. Com alguns empreendimentos no decorrer dos anos, muitos tiveram as portas fechadas e, atualmente, apenas o Cine Veneza sobrevive na capital.

A família Lacerda, que desde cedo investia em entretenimento para a capital de Rondônia e também em outras cidades do Estado, abriu os estabelecimentos para projetar filmes em Porto Velho porque via como um nicho a ser explorado.

O Cine Veneza tem equipamentos de última geração e um som potente de qualidade para receber os espectadores. A cabine de projeção conta com sistema de som digital (Dolby), dois projetores de última geração – um deles que reproduz filmes em 4K (ultra HD).